SOMOS APENAS UMA PASSAGEM,APROVEITAR E NÃO DEIXAR PARA AMANHÃ,PALAVRAS,ACTOS,FAÇAM NO HOJE!

20
Out 05

anjo10loirinha.gif


NOTA:APETECEU ME INVENTAR UMA HISTÓRIA INFANTIL,REGRESSAR À MINHA INFÂNCIA E SONHAR,ESPERO QUE SONHEM COMIGO E IMAGINEM AQUELAS BONEQUINHAS PERFEITAS LINDAS QUE JÁ NÃO HÁ HOJE,É SÓ" MAQUINAS DE GUERRA"!!


" A BONEQUINHA CRISTAL!"


Era uma vez uma bonequinha,de cabelinhos loiros,vivía com a sua mãe numa casinha no meio de uma floresta,muitas árvores,passarinhos..perto da casa existia um laguinho onde nadavam e passeavam uns peixinhos de várias cores,uns patinhos.


A bonequinha chamava se Cristal;nome que foi dado pela a sua mãe como homenagem a sua mãe ou seja avó da Cristal;que era o nome que ela tinha.


A mãe da Cristal era viúva,perdeu o seu marido,ficou doente com uma doença cancerisna;antes de cristal nascer.


A sua mãe viveu uma história linda de amor até ao dia que soube da doença do seu marido;a partir daí o sofrimento tomou conta dos dois.


A sua mãe de Cristal cuidou do marido até à morte,morreu de mãos dadas ao seu marido e pediu lhe para ela seguir a sua vida,que era ainda muito nova e merecia continuar a viver,só lhe pediu para se recordar sempre dele e um dia iríam estar juntos novamente.E assim foi,a mãe de Crista voltou ao trabalho,era costureira e trabalhava em casa;tinha muitas clientes pelo o seu trabalho perfeito e rápido.


Foi então num belo dia passados alguns dois anos que um sr de seu nome bernardo lhe bateu à porta ,foi recomendada por uma cliente,um homem alto de olhos azuis,com rosto redondinho,um lindo sorriso,ele disse lhe ao que ía então;desde o primeiro momento sintiram cumplicidade um pelo o outro ou seja parece que se conheciam à muitos anos,ficaram horas a fío a conversar,descobriram muitas coisas em comum,foi então que o bernardo convidou a mãe de cristal  para um passeio,a mãe de Cristal chamava se Jéssica,ela hesitou mas lembrou se das palavras do seu marido que ela tinha de continuar a viver,foi a partir daí que novamente aos poucos o coração começou a abrir,deixou se levar pelo o amor e depois do primeiro convite,vieram vários,então apaixonaram se;nunca se esqueceu do sem marido do seu primeiro amor,mas este também era ,amava o,de outra forma mas era amor,era seu cumplice,acabaram por casar e desejaram têr um filho,constituir familia.


Então planearam deixar a cidade e arranjar um sitío com muito oxigénio,uma casa com mais espaço,para o seu filho brincar estar em contacto com a natureza,com os animais e então procuraram e encontraram um sitío lindo numa terra com escola pertinho e tudo o resto que sonharam,tinha ali perto mais duas casinhas,o que era óptimo porque assim o seu futuro filho podería arranjar novos amiguinhos,já que existía nesssas casinhas crianças pequeninas.


Assim Jéssica engravidou e chegou o dia mais feliz das suas vidas,nasceu Cristal,muito branquinha,olhinhos redondinhos azuis,cor do mar,parecida com o seu paizinho.


Quando Cristal fez 12 anos seu pai morreu e ela e sua mãe ;principalmente a sua mãe quase morreu de tristeza ,parecia sina,dois amores da sua vida que partiram e a deixaram,só que desta vez tinha Cristal o seu mais bem preciosos,o seu tesouro,mas mesmo assim tentava lutar mas não estava a conseguir ,estava tão dificil sobreviver e começar tudo de novo,um desgosto;foi aí que a bela bonequinha percebeu que tinha de lutar com toda a sua força e amor à sua mãe,só a tinha a ela,ficaram as duas sozinhas,ela percebeu que estava na hora de crescer e ajudar a sua querida mama;que precisava tanto dela e..........


CONTINUA..


FÁTIMA ANTÓNIO

publicado por passagens da vida às 23:54

Outubro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

19

25
28
29

30
31


arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO