SOMOS APENAS UMA PASSAGEM,APROVEITAR E NÃO DEIXAR PARA AMANHÃ,PALAVRAS,ACTOS,FAÇAM NO HOJE!

13
Out 05

gravidez2gravidaadolescente.jpg


Em percusos da vida passamos por várias fases,como todos os humanos,sabemos principalmente desde a fase da adolescência,vamos apercebendo,desse factor que a vida pode pregar várias" partidas".É na adolescência que começamos a personalizarnos.


Nestes percursos da vida;a vida sexual faz parte da vida,como alimentação,bebermos....Isto leva me a temas"a gravidez na adolescência","aborto".


Principalmente em portugal este é um tema dramático um verdadeiro dilema,uns concordam com ele porque acham que teêm direito à decisão;se realmente vale apena pôr uma criança no mundo e se teêm condições para isso, tornam o tema mais prático,mais frontal,"tipo,cada um sabe de si";não tem que existir leis que justifiquem tal acto,porque a vida pessoal é s´deles;depois temos aqueles que também concordam mas teêm vergonha porque é pecado,porque a familia vai descriminar,o que vão dizer,cresceram com a religião católica;não é que os outros não a tenham mas sabem têr a opinião pessoal e não deixam que a própria igreija ou suas raízes imponham as suas próprias opiniões;por isso quem se deixa levar pelos os outros ou seja,a igreija;suas raízes,vergonha,descriminação,acaba por se deixar levar e vem a tal criança indesejada,que pode ou não vir a sofrer as consequências,seja as crianças ou os pais;isso era outro "tema"...Depois existe aqueles que só concordam com o aborto como casos de violação doméstica,vandalismo,crime,enfim..,deficiências;quando a criança não ficou bem formada fisicamente,uma série de causas que não é justo um sêr humano vir ao mundo para vir sofrer e não pudêr usufruir do que a vida dá...alegrias e porque esta sociedade não está preparada para os aceitar,crueldade;os prédios por exemplo nem rampas teêm para aqueles que não andam com os seus pézinhos e teêm uma cadeira de rodas,alguns prédios ja teêm,mas era outro "tema" .Quase todos os prédios foram feitos para os sêres perfeitos...


Mas voltando aos temas concretos,existe também aqueles adolescentes que não pensaram em prevenir se,seja por doenças ou por gravidez e acontece,aí peco desculpa mas vou deixar a minha opinião.


Acho que nestes casos já que não pensaram é uma boa maneira de os pais darem uma lição,a responsabilidade de assumir o que fizeram,um bom começo de começar a traçar a sua própria personalidade,portanto na adolescência ,não queremos ser maiores de idade,não dar satisfações,passamos a vida a dizer:"nunca mais tenho 18anos,quero ser maior!";não é fazer pagar nenhum crime ,porque não o é;é sim assumir a sua própria responsabilidade,é claro com 100por cento do apoio dos pais;que é muito importante a cumplicidade de têr os nossos pais do nosso lado,a prova viva que nos amam e nos respeitam,a boa demonstração que também por gestos,não só palavras precisamos,que podêmos sempre contar com eles e para os adolescentes é provar que agora os ensinamentos,as raízes que nos incutiram foram importantes e que está agora na hora de pudêr provar e demonstrar que vão ser uns humanos com valores;vão esforçar se e lutar para assumir a responsabilidade.


Um "aparte":Os pais muitas vezes não nos castigam quando erramos porque para a próxima estarmos mais atentos ou não voltar a fazer?Então a gravidez na adolescente também pode ser uma boa maneira de para a póxima estar mais atento;à factores que são muito importantes que nos caracterizam para o resto da vida e psicológicamente podem se evitar...


Agora sabemos que nem sempre os pais pensam assim e aí é outra história,não interessa na altura nada o que a adolescente pensa e aí o egoismo dos pais fala mais alto,a vergonha e todos ou outros adjectivos que já falei atrás,se tiveram atentos...por isso o que vai acontecer?A adolescente é um boneco nas mãos dos pais;não quer dizer que o façam por querer,que querem que elas sintam;atenção;só que na altura quando se deparam com a realidade que não é fácil de aceitar ficam "cegos".


Daí pode acontecer um dos pais até aceitar;normalmente a mãe ,mas o pai não;aí gera se a confusão em casa e a adolescente ali no meio,a pensar e a culpar se,todos os maus pensamentos passam lhe pela a cabeça,começam as marcas psicológicas em casa,depois o afastamento dos amigos,porque os pais mostram má cara para com eles e então os amigos com receio e sem querer deixam de aparecer para não prejudicar a amiga,os pais pensam também que todos são culpados;isto é os outos,os amigos dela,enfim..e que não sabem nada e que eles estão bem,só veêm cscuvilhar,que estão bem e a filha deles não,muitas coisas...


Sem se aperceberem que agora a adolescente esta cada vez mais sozinha,desamparada,confusa,com começo de marcas psicológicas...


Conheço um caso em que o pai ameaçou a mãe da adolescente,"pôs entre a espada e a parede", e disse lhe,-ou levas a tua filha a tirar a criança (aborto)ou saiem as 2 de casa;mas neste caso este pai desta criança,o pai do bébé e que aí viria ele queria ;sabia se era que havia uma percentagem "forte" de que responsabilidade não era com ele,já tinha antecedentes nesta "arte" e além disso pertencia a 1 grupo de vandalismo;o que não queria dizer se ía ou não ser bom pai;depende..Era outro "tema".e então o pai da adolescente sentia vergonha de a sua filha e do que a familia ía dizer;ainda mais porque ele era de raça negra e a familia por norma ,pensava ele,que íam ser racistas,íam descriminar;alguém da familia têr um negro...não era bem isso,mas a adolescente sentia que também era,cada vez mais pertubada e revoltada se sentia ;começou por ficar sem reacção ,a luta dela que até ali teve com os pais,irmão;estudar à noitee de dia trabalhar com todo o orgulho começou a corroé la e a ficar vazia,sozinha e vêr sofrer sua mãe,cedeu à chantagem do seu pai e pensou "façam o que quiserem",cansada de mostrar aos pais o lado positivo,que era uma criança que também tinha o sangue deles e que não tinha culpa,nada deu resultado nas suas palavras e convicções para com o pai;a mãe era diferente porque já se sentia perdida,confusa e apesar de tudo vía o futuro da fija dela sem nada,sem abrigo para o bébé que íria nascer,ainda tentou lutar contra o marido,mas não conseguiu e foi na mesma "onda" que a filha e assim resolveu se o problema do bébé que tinha 1 semana para três meses;foi retirado e como foi dentro daquela sala era outros"500"..


Mas as marcas;a conciência;a revolta ficou para todo o sempre e só à bem pouco tempo pai e filha,depois de muitos anos e uma bela depressão que teve a filha,consegui-o perdoá lo pela a sua fraqueza e por outros motivos;mas as marcas ficaram e a adolescente que já era adulta;mulher rebentou passado aqueles anos;hoje já consegue viver e vêr o lado de todos e quem sabe senão foi a melhor solução...?A  minha opinião tenho a para mim...


Mas afinal este tema é muito complicado,mas porque os seres humanos;como estes pais a complicaram(já dei a minha opinião,hehe!)...


Em que ficamos a favor ou contra o aborto ,isso posso dizer a minha opinião;só sou contra naqueles casos especificos de violação,deficiência fisica na formação do bébé;muita pobreza,pertubação mental dos pais;de resto penso que qualquer sêr humano com sentimentos é capaz de tirar da sua boca comida para alimentar a criança,tudo se consegue;só não tem resolução como costumo dizer a morte e essa é mesmo definitiva.


Bem,mas com bom senso e vou pôr oss meus sentimentos de lado,acho  que só os pais devem tomar essa decisão ,por iso liberem o aborto,porque sempre não haveria tantas pessoas a morrerem ou deixarem marcas,outras consequências fisicas,psicológicas mais graves,senão fazem em portugal fazem noutro país,por isso sempre é melhor haver profissionais que o façam sem causar danos...


A justiça em portugal mais uma vez,não melhora,está sempre na mesma,debates,referendos e nada,estou como o outro:"falam,falam e não fazem nada...",por detrás está sempre a igreija que tem um grande peso e os politicos;enfim..


E voçês visitantes o que acham?Não vos pergunto se são a favor ou contra,mas que resolução tomariam;o que devemos fazer para mudar isto,sem prejudicar ninguém?


NOTA:Hoje já existe tantas resoluções para evitar a gravidez,as doenças,divulgação;mas é certo que nada é seguro a 100por cento,mas previnem se pelo menos pela a vossa saúde e a dos outros!


FÁTIMA ANTÓNIO


 

publicado por passagens da vida às 19:34

1 comentário:
Uma questão que ainda vai fazer correr muita tinta. Beijinhos.Maria do Céu Costa
(http://www.maisquepalavras.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariaceucosta@sapo.pt)
Anónimo a 13 de Outubro de 2005 às 22:18

Outubro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

19

25
28
29

30
31


arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO